Archive for the ‘Esportes’ Category

h1

A Copa do Mundo é nossa…

27/06/2014

( …geograficamente, pelo menos)

Uáááála !

Sejam todos bem vindos! Conforme prometido, com o fim da primeira fase da Copa do Mundo 2014 chegou a hora de ver o que temos de certo e de errado nos resultados!

Sim, por que o Pai Fábio só diz o que acontece, e se o anunciado não se concretiza, a culpa é das estrelas (e da Fifa, é claro).

Na primeira fase foram 136 gols em 48 jogos, o que dá uma excelente média de 2.8 gols por jogo.

Pois vamos começar as comparações. Como fiz em 2010, veremos grupo por grupo e depois traçarei um panorama e anunciarei o campeão!

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo A – Brasil, Croácia, México e Camarões
Como era óbvio, acertei os dois classificados. De fato, não fosse a derrota para o Brasil na estreia, a Croácia poderia ter continuado viva na Copa. E pior, somando-se a uma derrota no jogo com o México, com quem empatamos em um jogo terrível, quem voltaria para casa (oi?) seríamos nós. Acertos do Pai Fábio: 2 em 2.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo B: Espanha, Holanda, Chile e Austrália
Aqui eu também acertei as duas. Óbvio, por que apostei na Holanda em primeiro e, se nem o Mick Jagger apostou na seleção espanhola, de acordo com o inciso V do artigo 5º do Regulamento Oficial  das previsões do Pai Fábio, eu ganho esta por WO. Bom, como eu estou de bom humor e os chilenos nos enfrentarão nas oitavas, vou dar essa colher de chá.

Acertos do Pai Fábio: 3 em 4.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo C: Colômbia, Grécia, Costa do Marfim e Japão
Num grupo incomum, sem nenhuma seleção de destaque, o jeito foi aproveitar que era futebol e chutar. E eu tinha acertado as duas de novo, só que o japonês fechou os olhos no último minuto e tomou o gol. Resultado: Grécia classificada.

obs 1: Tem um boato rolando que diz que o meia Leônidas, da Grécia, ameaçou chutar o presidente da FIFA e gritar “This is Spartaaaaaaa!”, e por isso eles se classificaram.

obs 2: imagina que barbada para o árbitro se comunicar em uma partida entre japoneses e gregos?

Acertos do Pai Fábio: 4 em 6.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo D: Uruguai, Costa Rica, Inglaterra e Itália
Esse foi o grupo mais sensacional. A surpreendente Costa Rica, a “Imóbile” Inglaterra, a des-surpreendente Itália, que estreou vencendo e mostrando bom futebol contra os servos de Vossa Majestade e depois parou. Derrotas para Costa Rica e Uruguai, e ciao Italia!

E leva a turma do Rooney Tunes também…

Pelo jeito fui demais pelo óbvio nas previsões. Apostei nos dois  europeus, continuam no Brasil os dois sul-americanos.

Acertos do Pai Fábio: 4 em 8.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo E: Suíça, Equador, França e Honduras
A França atropelou.. mas também, se não fizesse, tinha mais que pegar o primeiro baguete voador e voltar pra “Parrí”.

O Equador, única seleção a se hospedar no Rio Grande do Sul, conseguiu vaga.. no voo de ontem rumo à Quito. Honduras jogou como nunca e perdeu como sempre.

Sobrou a pontualidade suíça para ficar com a segunda vaga. Mesmo com o chocolate francês (ou seria melhor (mais infâme) dizer que a França transformou a defesa adversária em queijo suíço?), eles conseguiram a segunda vaga.

Acertos do Pai Fábio: 6 em 10.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo F: Argentina, Bósnia Herzegovina, Irã e Nigéria
Acredito que, para Porto Alegre, o dia mais marcante da Copa de 2014 será sempre o do jogo entre Argentina e Nigéria. Pela incrível invasão hermana em todos os cantos da cidade, pelo belo jogo e, é claro, pelo show de Lionel Messi (o primeiro dele nesta Copa).

A Bósnia me surpreendeu, jogou melhor do que eu esperava mas não foi suficiente. Contudo, desde o começo era claro que Bósnia e Irã não “irã” a lugar nenhum. Acertei os dois!

Acertos do Pai Fábio: 8 em 12.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo G: Alemanha, Portugal, Gana e Estados Unidos
Uma das grandes decepções da Copa foi a seleção portuguesa. Com um Cristiano Ronaldo pela metade, os lusos não disseram o que pretendiam vindo para o Brasil. Sorte dos homens do Tio Sam, que ficaram com a segunda vaga.

Gana? Faltou para Gana. Eles jogaram bem menos que em outras Copas, e voltaram pra casa. Pelo menos não voltam de mãos vazias (já que veio um avião do país africano com dinheiro vivo para distribuir aos jogadores).

Apostei Alemanha e Portugal. Um certo.

Acertos do Pai Fábio: 9 em 14.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Grupo H: Bélgica, Argélia, Rússia e Coreia do Sul
A Bélgica era uma das sensações pré-Copa. Eu não achava que seria tudo isso, e realmente não foram. Só por que ganharam os três jogos? Ah, para…

Eu apostei nos russos para liderar o grupo e.. me dei mal. Os argelinos voltarão a Porto Alegre na próxima semana graças à classificação inédita em Copas do Mundo.

Acertos do Pai Fábio: 10 em 16.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Os cruzamentos são:

(comparando: em verde os times que o Pai Fábio apostou certo, mas na posição errada no grupo, e em azul os acertos 100%)

Brasil x Chile
Colômbia x Uruguai
França x Nigéria
Alemanha x Argélia
Holanda x México
Costa Rica x Grécia
Argentina x Suíça
Bélgica x Estados Unidos

Estatisticamente:

Eu tinha previsto um massacre europeu, com 10 dos 16 classificados. No fim, foram 6 em 16, enquanto cinco (e não três) dos seis sul-americanos se classificaram. Ou seja, o aproveitamento sul-americano foi surpreendente.

Tanto que já é certo que teremos um sul-americano entre os quatro melhores. os vencedores de Brasil x Chile e Colômbia x Uruguai se enfrentam nas quartas, pela vaga nas semi-finais.

Os outros seis confrontos têm pelo menos uma seleção europeia enfrentando um adversário de outro continente.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Comparação:

Dos 13 europeus, o Pai Fábio previu 10 classificados, foram 6. Sete voltaram pra casa. (Bósnia e Croácia, eliminados certos,  mas Grécia passou, e Espanha, Itália, Inglaterra, Portugal e Rússia enganaram os astros). Cinco acertos.

Dos 6 sul-americanos, o Pai Fábio lembrou da infância e previu três-dentro, três-fora. Foram 5 classificados e apenas o Equador indo… de vooolta pra caaasa…. Três acertos.

Acima do Equad.. digo, da Colômbia (Concacaf), o Pai Fábio acertou na mosca a classificação do México e a eliminação de Honduras, mas não viu que Costa Rica e Estados Unidos também passariam. Um acerto.

O único africano que o Pai Fábio previu classificado foi a Nigéria. 100% de acerto, não fosse a classificação da Argélia. Um acerto.

Entre os asiáticos, o Jaspion e o Jiraya (astros japoneses) tentaram classificar o Japão, mas não conseguiram.

Em relação a 2010 o aproveitamento melhorou: este ano 62,5% classificados haviam sido anunciados no dia do sorteio dos grupos. E, assim como na Copa da África do Sul, isso continua não significando NADA.

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

E agora? Vejamos as semifinais.

Um sul-americano já está entre os quatro. Espero que sejamos nós, e acho que se jogarmos sério, a vaga é nossa.

A segunda vaga tem dois confrontos Europa x África. França x Nigéria contra Alemanha x Argélia (jogaço em Porto Alegre). Torcerei pelos argelinos no jogo de Porto Alegre, mas acho que a semifinal terá um europeu campeão mundial (ou tri?) para enfrentar o sul-americano.

Do outro lado, uma vaga será entre o vencedor de Holanda x México contra Costa Rica x Grécia. O certo é que não será a Grécia, e a tendência é que seja a Holanda. Surpresa? Apostaria mais na Costa Rica do que nos mexicanos… Tem que escolher um? Laranja Mecânica.

Argentina x Suíça e Bélgica x Estados Unidos decidem a última vaga. Acredito nos hermanos, mas não na Bélgica. Os norte-americanos passam pelos belgas, mas ficam em “Buenos Aires”.

Semi-finais: Sul-americano x Alemanha e Holanda x Argentina.

SE formos nós, as semifinais ficam sendo:

Final de 2006 x Final de 1978

Nada mal…

Brazuca Brazuca Brazuca Brazuca

Não sei quem será o campeão, mas torço pelo vencedor da primeira chave. A Holanda é historicamente mais do que merecedora, até por ser  a única tri-vice-campeã mundial, incluindo 2010 (a Alemanha já foi 4x vice). Se não for, que seja um sul-americano que não a Argentina.

Se seremos nós? Eu sei, mas só conto dia 14 de julho…

E nos vemos em 2018!

Anúncios
h1

A fábula da figueira e do leão

04/05/2012

Esta crônica foi escrita às vésperas da final do Campeonato Catarinense de 2012 no site FutebolSC.com, que seria decidido entre os dois times da capital. É uma brincadeira com a história do futebol catarinense. Não pretendo tomar partido nem ser 100% fiel à história, mas apenas ilustrar, de forma lúdica, as rivalidades históricas do futebol de Santa Catarina e alguns de seus principais campeões. Era uma vez uma Ilha, onde morava um leão. Cheia de belezas naturais, diversas praias, era dominada pelo rei dos animais. Passando pela única ponte que ligava aquele paraíso ao continente, se chegava à região da árvore. Alta, frondosa, muito verde, com o tronco preto bastante escuro. O leão era o rei dos animais, mas na região dominada por aquela figueira ele raramente conseguia chegar. ilha treeAmbos viviam em paz, respeitando os seus domínios. Até que, não se sabe quem, invadiu a área do outro, iniciando uma rivalidade que hoje atravessa o tempo sem cessar. Entrando mais para o continente, e seguindo em direção ao norte, havia um coelho. De pelo vermelho, preto e branco, morava numa toca perto de uma baía. O coelho herdara o domínio daquela região de dois outros animais que desde muito antes a dominaram. Na outra extremidade da floresta, bem ao sul, muito a oeste da árvore, havia um índio. Com vestimentas predominantemente verdes, Condá era o seu nome, e ele também era herdeiro dos antigos dominadores do Oeste. lionPor muito tempo, enquanto a árvore e o leão lutavam pelo domínio da região da Ilha, o coelho e o índio dominavam suas áreas. Com o tempo, entretanto, a área de domínio do roedor começou a se aproximar da árvore. A chegada do novato à região estremeceu a rivalidade entre a árvore e o leão, de forma que, por algum tempo, o coelho dominou as duas regiões, na tática “dividir para conquistar”. Como consequência, o índio aumentou os seus domínios no sul, ao longo dos rios Uruguai e Mampituba, chegando ao litoral, e subindo em direção à árvore. rabbitNaquela vez, quando o índio chegou, estava tudo diferente. A árvore estava triste em plena primavera, e o leão estava tentando impedir que o coelho chegasse à Ilha. O índio não tomou conhecimento da figueira, e entrou na batalha entre os outros dois animais A confusão estava formada. A figueira enxergou, na briga entre os animais, a chance de recuperar os seus domínios. Anualmente, um vencedor era declarado. Nem sempre um dos quatro, pois, graças à confusão gerada pelas rivalidades, às vezes outros animais, principalmente um tigre, dominavam toda a região. indioPois este ano a disputa se repetiu. A árvore teve o domínio durante todo o tempo, mas no final quase foi derrotada pelo coelho. Do outro lado, o leão teve uma disputa difícil com o índio, mas o venceu lá no extremo Oeste, perto da tribo. Agora, como nos velhos tempos, a árvore e o leão decidirão quem tem o domínio de toda a região. O mais interessante: quem vencer esta batalha será o maior vencedor desta disputa em todo o tempo. Isto, claro, até o ano que vem..

h1

Sobre as previsões do Pai Fábio…

25/06/2010

ZakumiE eis que a primeira fase da Copa do Mundo 2010 acabou. Em dezembro do ano passado, quando foi realizado o sorteio dos grupos e eu escrevi um texto (leia aqui) fazendo previsões – imediatamente chamadas irônica e inutilmente de futurologia – eu pensei: “Quando acabar a fase de grupos vou ver o que deu certo e o que não deu…”

Só que eu pensei em fazer isso considerando que teria alguns dias para tal. Ledo engano. A fase de grupos terminou há algumas horas e amanhã de manhã Uruguai e Coréia do Sul abrem  a fase eliminatória. Portanto, a hora é agora e o momento é já! Como no texto original, vou fazer considerações grupo por grupo e depois um panorama.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo A – África do Sul, México, Uruguai e França

Aqui, tentei mesclar lógica e simpatia e me dei mal. Realmente, Les Bleus chegaram à Johannesburgo graças à mão santa de Thierry Henry. Futebol zero, arrogância 10. Sabe quem a França pega no final de semana? Pega o Airbus de volta pra Paris…

Os anfitriões, por outro lado, apesar de terem tido a honra histórica de vencer uma França irreconhecível, perderam a classificação no saldo, talvez na tarde do infeliz  3 a 0 para o Uruguai. Classificados: Sul-americanos e mexicanos. Acertos do Pai Fábio: 0 em 2.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo B – Argentina, Nigéria, Coréia do Sul e Grécia.

O time do Maradona não foi nenhum espetáculo, mas sem dúvida foi o futebol mais consistente da primeira fase. Nigerianos não mostraram o futebol que se esperava e ficaram na lanterna. Apesar da Grécia ter surpreendido, a ainda maior tradição em Copas da Coréia do Sul deu a segunda vaga aos asiáticos. Detalhe: nas previsões do grupo A eu não tinha citado os uruguaios – no fim líderes do grupo -, e aqui nem considerei os coreanos.. tô bem pra burro, né? Acertos do Pai Fábio: 1 em 4.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo C – Inglaterra, Estados Unidos, Argélia e Eslovênia

A marca deste grupo foi o equilíbrio. Não fosse o emocionante gol norte-americano no final do jogo contra a Argélia e os americanos perderiam a vaga para os surpreendentes eslovenos (que, no mesmo momento empatava com a Inglaterra e já comemorava a vaga). Apesar de ter feito apenas 1 ponto, até a Argélia chegou viva na última rodada.  No fim, Pai Fábio estava certo mas, pra dar graça, posições invertidas (EUA líderes, britânicos em 2°). Acertos do Pai Fábio: 3 em 6.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo D -Alemanha, Austrália, Sérvia e Gana

Outro grupo emocionante. A Alemanha abriu os trabalhos metendo 4 a 0 na Austrália e parecia que ia patrolar. Errado. No jogo seguinte, e no lance originado na expulsão de um de seus jogadores, tomaram o gol da derrota contra a Sérvia, e não conseguiram buscar. A vitória contra Gana garantiu a classificação, mas não eliminou os africanos, e sim os sérvios. Únicos representantes do continente anfitrião nas oitavas, e, exceto pela desconhecida Argélia, únicos também que Pai Fábio disse que ficariam pra trás…

Curiosidade: Alemanha venceu a Austrália, que venceu a Sérvia, que venceu a Alemanha. Assim como Gana venceu a Sérvia, que venceu a Alemanha, que venceu Gana. Coisas do futebol…

Quem vive para ser sérvio, não sérvio para jogar futebol. Piada velha e acabada para marcar: acertos do Pai Fábio: 4 em 8.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo E- Holanda, Dinamarca, Japão e Camarões

É… Parece que eu tô mal de piada… Etô mesmo… Pior pra ele, que viu o seu simpático time frustrar o mundo e acabar na penúltima posição no mundial (à frente apenas da Coréia do Norte). Ruim para o Pai Fábio, bom para os japoneses, que contaram com um motor Honda para, com 2 vitórias, garantir o segundo lugar do grupo. Obs: outra vez, classificada uma seleção que eu não tinha citado nas previsões. Acertos do Pai Fábio: 5 em 10.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo F- Itália, Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia

Sem dúvida, a decepção da Copa foi a Azzurra. Velha tudo bem, mas foi uma campanha vergonhosa para os atuais campeões. Bom para o Brasil, que na pior das hipóteses permanece sendo o único pentacampeão pelo menos até 2014…

Este foi o grupo dos empates. A Nova Zelândia, de certa forma surpreendente, saiu invicta. A Itália, que foi decidir a vaga com a Eslováquia dizendo que “em 1982, com 3 empates na primeira fase, fomos campeões mundiais”. Ok, este ano não conseguiram 3 empates, ciao Italia! Os paraguaios acabaram como líderes do grupo, mostrando bom futebol e honrando o talento sul-americano (destaque desta primeira fase). Pai Fábio jogou em Azurra e paraguaios, deu Paraguai e Eslováquia. Acertos até o momento: 6 em 12.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo G- Brasil, Coréia do Norte, Costa do Marfim e Portugal

Lá fui eu apostar nos africanos… e lá fui eu perder de novo. No geral eu fui mais ou menos, mas em relação aos representantes do continente-sede do torneio eu consegui errar TODAS as previsões. Se eu disser que isso também não é fácil, conta? hehehe….

Costa do Marfim teve um Drogba pela metade, mas não jogou o que se esperava. Portugal mostrou qualidade, fazendo inclusive a goleada da Copa até o momento – 7 a 0 na Coréia do Norte. Os asiáticos chegaram a pensar, após o magro 2 a 1 com o Brasil, que tinha chances… ô…

O Brasil venceu 2 mas não convenceu muito. No terceiro jogo, um 0 a 0 sem graça com Portugal, sem Elano, Kaká, Robinho e, no segundo tempo, sem futebol… Vamos ver o que vai dar…

Ah sim.. Pai Fábio apostou nos africanos, deu lusitanos. Acertos: 7 em 14.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Grupo H- Espanha, Suiça, Honduras e Chile

“Honduras ó Brasil florão da América..”

Não me perguntem de onde eu tirei isso, mas sempre que eu ouvi o nome dos centro-americanos eu pensei nesse ó-te-mo trocadilho com o nosso hino nacional.. Hum… ok, prossigamos…

A Espanha, apesar do susto, se classificou em primeiro, com o Chile em segundo graças a total incompetência suiça. Destaque para o recorde batido pela seleção da terra do chocolate (e do relógio e do queijo) de mais tempo sem tomar gols em Copas do Mundo: 559 minutos (equivale a 6 partidas e 19 minutos sem buscar a bola no fundo das redes). Se não fosse o único gol sofrido em 2010, aliás, eles, e não os chilenos, seriam os adversários do Brasil nas oitavas.

Nesta o Pai Fábio acertou as 2 e o posicionamento. Bucha! Acertos: 9 em 16.

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Os cruzamentos são:
(comparando: em verde os times que o Pai Fábio apostou certo, mas na posição errada no grupo, e em azul os acertos 100%)

1) Uruguai x Coréia do Sul
2) Estados Unidos x Gana
3) Holanda x Eslováquia
4) Brasil x Chile
5) Argentina x México
6) Alemanha x Inglaterra
7) Paraguai x Japão
8) Espanha x Portugal

Estatisticamente (seguindo a lógica do texto anterior):
Dos 13 europeus, Pai Fábio apostou em 7, se classificaram 6. Quatro (4) acertos (Holanda, Alemanha, Inglaterra e Espanha);
Dos 5 sul-americanos, Pai Fábio apostou em 4, se classificaram 5. Quatro (4) acertos
(Brasil, Argentina, Paraguai e Chile).
Dos 6 africanos, Pai Fábio apostou em 4, se classificou um. Zero acerto.
Dos 3 centro-americanos, Pai Fábio apostou em 1, se classificaram 2.  Um acerto (Estados Unidos).
Dos 5 asiáticos e da oceania, Pai Fábio não apostou em nada e errou 2. Zero acerto.

Pai Fábio teve uma média de acertos de 56,25%. E sabe o que isso significa? Absolutamente NADA….

Surpresas da Copa? Positivas: Países sul-americanos. Todos classificados, com apenas 1 derrota (Chile 1 x 2 Espanha); Eslováquia (tendo herdado ou conquistado a vaga supostamente italiana) e Uruguai, que pintava como o mais fraco dos sul-americanos e mostrou bom futebol, liderando com folgas o grupo que tinha França e os anfitriões bafana-bafana.

Negativas? Itália, hors-concours e França, fazendo companhia aos companheiros finalistas de 2006; Camarões, numa campanha decepcionante; Costa do Marfim de quem se esperava mais e, claro, as vuvuzelas. Diferente das “ôlas” da Copa de 1986, que ganharam o mundo, espero que as cornetas africanas fiquem por lá…

JabulaniJabulaniJabulaniJabulani

Ok, tudo muito bonito… mas e agora?

Difícil dizer… o que dá pra notar é que, nos cruzamentos, a zebra foi muito amiga do Brasil. Considerando a tradição dos times (que nem sempre vale muito em Copa do Mundo, mas..), se o Brasil passar pelo Chile deve pegar a Holanda, tradicional adversário em Copas do Mundo (inesquecíveis partidas em 1994 e 1998, por exemplo). Passando pelos laranjas, tem tudo para passar também pelo que restar de Uruguai, Coréia do Sul, Estados Unidos e Gana na semifinal.

Só depois disso, numa possível final, pega apenas 1 entre Alemanha, Inglaterra, Argentina, Espanha, Portugal, Paraguai, México ou Japão. Nem a CBF favorecendo o Flamengo na tabela da Copa do Brasil teria essa cara-de-pau…

Para  mim, depois de 48 jogos, mantenho o que pensava antes: o Brasil só perde pra si mesmo. Jogando sério, pra vencer, temos condições de sermos campeões sempre. Não por outro motivo ganhamos tudo na Era Dunga até aqui… claro que futebol não tem fórmula, e a seleção brasileira de 2010 não tem um terço do charme do time de outras copas, mas se é desse jeito “operário” que o Dunga montou, é assim que nós vamos..

Favoritos? Sem querer ser óbvio, acho que se a Copa seguir o que mostrou na primeira fase, e o Brasil chegar lá, teremos um emocionante Brasil e Argentina decidindo o mundial pela primeira vez.

Pois que comecem as oitavas! Que Brasil e Holanda possa ser o grande jogo que todos esperamos, e que a decisão do finalista do lado de lá seja repleto de grandes confrontos para fazer jus a tudo o que se espera de uma Copa do Mundo!

E como diria o Cid Moreira:

JabulaaaaaniiiiiJaaaaaaabuuuuuulaaaaaaaaaaaaaaaaaaniiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii……

h1

A África do Sul é logo ali…

05/12/2009

Muito bem. Realizado o sorteio, será que tem como adivinharmos o que vai acontecer? Será que o Brasil ganhará o Hexa, depois do salto alto de 2006?

Eu digo a mesma coisa que disse 4 anos atrás. O Brasil só perde pra si mesmo. Em 2006 perdeu pra França num jogo que, mais do que no lance decisivo, foi displicente durante os 90 minutos. “Daqui a pouco a gente marca, somos melhores, todo mundo sabe…”…

Desta vez eu acho que isso não vai acontecer. Acho que a maior qualidade do Dunga como técnico da seleção foi exatamente a humildade. A seleção atual respeita todos os adversários, e por isso, tem obtido grandes resultados.

Vou fazer um exercício – potencialmente inútil – de futurologia.  Como os grupos foram definidos ontem à tarde, e baseado em questões históricas e no que se tem lido sobre as seleções, vou tentar chegar a um panorama dos classificados da primeira fase. Num outro texto (mais pra frente) vou dar prosseguimento ao raciocínio, com os enfrentamentos das quartas de final e quem sabem ir adiante…

Vamos lá então…

Grupo A – África do Sul, México, Uruguai e França
Os favoritos aqui, apesar da canalhice do Thierry Henry na repescagem contra a Irlanda, são os franceses. Como segunda força do grupo, levando em conta a Copa das Confederações e o fato de ser país sede, a África do Sul tem chances.
Entre México e Uruguai, acho que os centro-americanos têm tido anos melhores ultimamente, até mais presentes em Copas. Segunda vaga, então, entre os mexicanos e os bafana-bafana. Vaga decidida no jogo de abertura, classificam-se, França em 1° e  África do Sul em segundo.

Grupo B – Argentina, Nigéria, Coréia do Sul e Grécia
Belo grupo dos nossos hermanos. Se a Argentina for sem a velha soberba, se classifica fácil. Nigéria, que sempre complica pros nossos vizinhos, sairá em segundo e a Grécia seria a zebra, dependendo do salto alto portenho e da sua própria capacidade. Difícil. Argentina em 1°, Nigéria em 2°.

Grupo C – Inglaterra, Estados Unidos, Argélia e Eslovênia
Teoricamente, grupo fácil para a Inglaterra. Segunda vaga deve ficar com os norte-americanos, que jogaram de igual para igual com os melhores na Copa das Confederações este ano, apesar da goleada sofrida para o Brasil na final. A surpresa pode ser a Eslovênia, que eu não sei como joga. Inglaterra em 1°, Estados Unidos em 2°.

Grupo D – Alemanha, Austrália, Sérvia e Gana
A zebra sempre pode pintar e eliminar um grande na primeira fase como a França (então atual campeã) em 2002.  Mesmo assim, aqui a Alemanha passeia… e a segunda vaga fica entre Sérvia e Gana.. Como a Sérvia vem como um país em crescimento em vários esportes desde que a Iugoslávia foi desmembrada (depois foi “Sérvia e Montenegro”, e agora apenas “Sérvia”), eu aposto neles. A África já tem os donos da casa e os nigerianos como representantes na segunda fase. Classificados: Alemanha 1°, Sérvia em 2°.

Grupo E – Holanda, Dinamarca, Japão e Camarões
O “carrossel holandês” foi cabeça-de-chave no lugar da França, e pegou um grupo complicado. Dinamarca é um time europeu médio, mas chato de se vencer. Camarões, o mais tradicional dos times africanos, de bobo não tem nada. Holandeses e camaroneses nas oitavas. Europeus em 1°, africanos em 2°.

Grupo F – Itália, Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia
Infelizmente, a busca do penta italiano começa bem. A Eslováquia, pra mim, é uma incógnita e a Nova Zelândia, uma certeza. Aposto “tranquilo” em Itália (1°) e Paraguai (2°).

Grupo G – Brasil, Coréia do Norte, Costa do Marfim e Portugal
Aí está… Eu acho, e o Dunga falou ontem, que o fato de não ser um grupo fácil é positivo. Costa do Marfim pela qualidade que apresentou nas eliminatórias e, principalmente, Portugal pela força e tradição, são adversários respeitáveis. Brasil (1°) faz o dever de casa, 9 pontos. Segundo lugar, aposto na “zebra” Costa do Marfim (2°).
Piada do@kibeloco: A Coréia do Sul promete ir ao STJD se o Brasil entrar com reservas contra a Coréia do Norte. Hehehe.. Se a moda pega..

Grupo H – Espanha, Suiça, Honduras e Chile
A fúria espanhola, atual campeã européia, entra como uma das favoritas. Torço para que sejam o 1° do grupo H pois, caso sejam o 2°, já enfrentam os brazucas na segunda fase. Para a segunda vaga, a Suiça – que conseguiu a proeza de sair da Copa de 2006 sem tomar gols em 3 jogos disputa com o Chile. Parelho, e acho que os chilenos, com um futebol mais alegre, mais dinâmico, vencem. Espanha (1°) e Chile (2°).

Feito! Segundo o vidente pai Fábio, os cruzamentos ficariam assim:

1) França x Nigéria
2) Inglaterra x Sérvia
3) Holanda x Paraguai
4) Brasil x Chile
5) Argentina x África do Sul
6) Alemanha x Estados Unidos
7) Itália x Camarões
8) Espanha x Costa do Marfim

Depois os cruzamentos são: 1×2, 3×4, 5×6, 7×8 e assim sucessivamente, com os vencedores se enfrentando nesta ordem.

Estatisticamente (já que futurologia é inútil, vamos ser totalmente inúteis):
Dos 13 europeus, se classificaram 7 (França, Inglaterra, Sérvia, Holanda, Alemanha, Itália e Espanha)
Dos 5 sul-americanos, se classificaram 4 (Brasil, Argentina, Paraguai e Chile).
Dos 6 africanos, se classificaram 4 (África do Sul, Camarões e Costa do Marfim e Nigéria).
Dos 3 centro-americanos, se classificou 1.
Dos 5 asiáticos e da oceania, nenhum classificado.

Razoável. Surpresa, talvez, pelos 4 africanos. Considerando os grupos, entretanto, acho que é por aí mesmo. Das oitavas, os jogos mais complicados acho que serão os da França, Alemanha e  Espanha. Mas isso é esperar pra ver…

Para fechar esta análise, vale lembrar as palavras do profeta Fernando Vanucci, minutos após o tetra italiano em 2006, bêbado no seu programa:


“Se é fácil perder, perder como nós perdemos é muito mais difícil..”

Mais pra frente, vamos tentar fazer a sequencia da Copa. Mas aí sim, será futurologia PURA!!

h1

O dia que acabou com a piada

03/10/2009

Pra ser sincero, nem eu acreditava.

Quando o Rio se candidatou para sediar as Olimpíadas de 2004, o slogan era:

Olimpíadas 2004: Rio candidato

… e uma brincadeira completava:

Olimpíadas 2060: o Rio ainda tenta!

Ontem, vendo a decisão do COI, eu achava, como a mídia brasileira chegou a afirmar, que Chicago fosse a favorita. Quando a cidade americana, berço de Barack Obama, foi a primeira eliminada, eu pensei: “ôpa.. êpa.. peraí..quem sabe? ? ?”

As razões eram simples. O COI sempre procura alternar suas sedes. 2008 foi em Pequim (talvez a cidade mais próxima de Tóquio possível, considerando as com envergadura olímpica) e 2012 será em Londres (ridiculamente perto de Madri). (Como disse “auspiciosamente” um amigo meu, Tóquio ainda tem a desvantagem de ser longe pra caramba!!).

Pois o Rio ganhou. O Rio de Janeiro teve uma sexta-feira baiana, mas aqui no sul o dia foi praticamente normal. Via twitter e na imprensa geral é que foi possível ler muitas pessoas bradando o apocalipse “olimpíadas da roubalheira”, “lugar de olimpíada é na Europa”, “olimpíadas apenas maquiam os problemas do Brasil”, “arrependei-vos, aí vem o Paulo Coelho de ponta-cabeça!”.

Ok, quanto ao último, eu concordo.

Mas de resto acho que é síndrome de vira-lata. Vai ter roubalheira? Com certeza vai. Tanto na preparação para os jogos de 2016 quanto na já confirmada Copa de 2014. A questão é: se não houvesse jogos nem Copa, também haveria roubalheira.

Eu acho que o sentido das duas conquistas está no fato de que o Brasil tem condições de sediar eventos deste porte. Segurança? Não sei. Mas infra-estrutura, se não tem, a FIFA e o COI confiam que terá. Além, é claro, de um peso político já mais relevante no cenário mundial.

Eu não estou esquecendo do tráfico de drogas do Rio de Janeiro, das chacinas e da falta de segurança. Eu só acho que se for pra esperar esses problemas se resolverem para fazer algo deste tipo, fecha o Rio de Janeiro por que isso não vai acontecer.

Não estou dizendo que agora tudo vai dar certo, o Brasil vai entrar no Primeiro Mundo e não-sei-o-que. Estou dizendo que dez anos atrás, por exemplo, o Brasil sediar uma olimpíada era motivo de piada. Hoje é realidade.

Eu acho que os que gostam de reclamar têm que mudar seu ponto de vista. Não está bom? Não, não está bom. Mas está melhor do que nunca, e, ainda que por caminhos tortuosos, a tendência é melhorar.

Até parece que os jogos serão amanhã… Não, serão em 2016. Eu estarei às portas dos 38 anos de idade. O país será outro, nós seremos outros, o esporte brasileiro será outro. (O problema é que o presidente, se tudo se encaminhar como está, será o mesmo, de volta).

Falando em esporte. O valor que os jogos podem ter para o desenvolvimento do esporte brasileiro são incalculáveis. Copa do Mundo é futebol, e de futebol o Brasil vai bem.

Agora, esportes olímpicos o Brasil vai mal. Tirando o vôlei, vela, judô, atletismo (algumas vezes)  e uma ou outra coisa eventual, vamos muito mal. E esporte é cidadania, é saúde, é educação, é auto-estima. Por que não acreditar que temos, ao sediar uma olimpíada, a chance de gerar uma onda de investimentos em esporte que depois se perpetue? A partir do momento que começar a dar dinheiro não para.

Foi assim com o vôlei nos anos 80, mas não foi assim com o tênis na era Guga Kuerten. Aí nós já temos um bom e um mau exemplo. Temos 7 anos até 2016, e eu prefiro acreditar.

E a emoção no anúncio de ontem, em Copenhagen, foi significativa. Na minha opinião, ainda que o elemento político seja indissociável, a emoção de Lula e Pelé com a vitória ontem foi, eu acredito, de fundo pessoal. Tenho ressalvas pessoais a ambos, mas é inegável que eles estavam presentes num momento que muitos, como eu já repeti, consideravam – e consideram – inviável, impossível, ilógico.

E não falo do presidente e do multi-campeão de futebol. Falo de dois brasileiros que já estiveram aqui onde nós estamos, de birra com os governantes que não levavam o Brasil a lugar nenhum.

E já que eu falei em twitter, o senador e ex-ministro da educação Cristovam Buarque fez uma ressalva, essa sim, bastante apropriada:

@Sen_Cristovam Há dinheiro para a Copa, Olimpíadas e PAC. Não há desculpas para não haver dinheiro para a educação – Perfeito!

É isso. Parabéns Rio de Janeiro, parabéns Brasil. Não conquistamos nada se não a chance de fazer deste um país melhor, um povo melhor. Espero que aproveitemos!

Até o Rio 2016!!

h1

Brasil de Ayrton Senna

01/05/2009

Um herói. Um dos últimos, quem sabe o único Herói brasileiro. É incrível o poder que, mesmo 15 anos após sua morte, a história, a carreira e o nome de Ayrton Senna ainda têm no Brasil.

Mais incrível ainda: A morte de Ayrton, que hoje completa 15 anos, já faz mais tempo do que durou toda a sua carreira. Eu mesmo me surpreendo ao pensar que tinha simplórios 15 anos quando ele morreu. Parece uma coisa tão presente mas, se contarmos que o primeiro título dele foi 6 anos antes.. aí sim eu não era ninguém.

“O fato de ser brasileiro só me enche de orgulho.”
Ayrton Senna (1960 – 1994)  

Uma coisa pessoal, mas que eu vou guardar pra sempre. A minha primeira “matéria”, ainda como “bixo” na faculdade de jornalismo, foi uma biografia dele. Por sinal, foi com um colega que se tornaria um grande amigo com quem mantenho contato hoje e, certamente, manterei para sempre. O texto se perdeu e, antes que alguém pergunte ou fique triste com isso, digo que foi um alívio. Reli uns anos depois, e era triste… (tanto o texto quanto a matéria que terminava, é claro, com a morte do piloto).

Tenho duas biografias do Ayrton. Segundo um outro colega, ainda me falta a definitiva. Mesmo assim, sou e serei um de eternos fãs de “Da Silva” (como era conhecido antes da F1). Me lembro, por exemplo, do título de 1988, naquela corrida inesquecível em Suzuka.


Histórica corrida em Suzuka, da largada ao título em 8 minutos

O rei de Mônaco: O GP de Mônaco de 1984 onde um estreante Ayrton Senna na mediana Toleman surpreendeu chegando à segunda posição quando a corrida foi interrompida pela chuva. Detalhe: valeram a metade dos pontos e, ao final da temporada, Niki Lauda superou Alain Prost, vencedor em Mônaco,  por meio ponto. Uma segunda colocação de pontos integrais em Mônaco teria dado o título ao francês.

Depois daquele GP, Senna venceria 6 vezes (1987, 1989, 1990, 1991, 1992, 1993) nas ruas de Montecarlo. Em 1985, abandono por estouro do motor quando liderava. Em 1986, 3º lugar. Em 1988 ele bateria sozinho, liderando a prova. Com o segundo lugar em 1984, estes foram os 10 anos de Senna em Mônaco.. tá bom para você?

“O importante é ganhar. Tudo e sempre. Essa história 
que o importante é competir não passa de demagogia.”
Ayrton Senna (1960 – 1994)  

A relação de Senna com Suzuka: O primeiro título foi em 1988, no GP do vídeo acima. Em 1989, no mesmo circuito, o polêmico fim de temporada em que Prost acabou favorecido. No GP japonês seguinte, em 1990, viria o troco, na primeira curva e no mesmo Prost. O tri em 1991, na inesquecível chegada em que ele deixou o amigo e companheiro de Mclaren Gerard Berger ultrapassá-lo na última curva e vencer.

A foto histórica:

Photobucket

Portugal, 1986. Ayrton Senna (1988, 1990, 1991), que odiava Alain Prost (1985, 1986, 1989, 1993) que odiava Nigel Mansell (1992), que odiava Nelson Piquet (1981, 1983, 1987), que odiava Ayrton Senna. O que mais? Onze títulos mundiais. Dois tri-campeões, um tetra e um campeão. Nos 13 anos entre 1981 e 1993, apenas em 1982 (Keke Rosberg) e 1984 (Niki Lauda, graças ao GP de Mônaco) o título não ficou com um deles. Tente fazer isso hoje. Não vai conseguir se tentar pelo número de títulos, nem pelo talento, nem de jeito nenhum.

“A Fórmula 1 é um tempo perdido se não for para vencer.”
Ayrton Senna (1960 – 1994)  

Pole-positions: Em 10 anos e 3 GPs (161 GPs no total), Ayrton Senna largou 65 vezes na primeira posição no grid. Isso significa que 2 a cada 5 corridas que disputou em toda a carreira, Senna largou na frente. Esse recorde foi quebrado por Michael Schumacher, que fez 3 a mais (68) em 15 anos e com uma Ferrari sem adversários por mais da metade deste tempo.

É… acho que dá pra entender por que não haverá outro Ayrton Senna. Alguns desses números parecem coisa de personagem de filme, mas são reais. A rara morte de Senna, na pista, ao vivo para o mundo o torna ainda mais mítico. Ele certamente não estaria correndo em 2009 mas… será que Schumacher teria sido o Michael Schumacher que conhecemos hoje se Senna ainda tivesse corrido algumas temporadas?

“O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a
50 anos. A única coisa certa e que ela vai chegar.” 
Ayrton Senna (1960 – 1994) , sobre a morte 

Impossível saber. Para nós, fica a mensagem de um homem que tinha sim o talento, mas tinha a determinação também.

“O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa e que ela vai chegar.”
“A Fórmula 1 é um tempo perdido se não for para vencer.”
“O fato de ser brasileiro só me enche de orgulho.” (Ayrton Senna)
“Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si mesmo.” (Ayrton Senna)
“O importante é ganhar. Tudo e sempre. Essa história que o importante é competir não passa de demagogia.” (Ayrton Senna)

“Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total 
buscar seu último limite e dar o melhor de si mesmo.”
Ayrton Senna (1960 – 1994) 

h1

Pausa pra falar de futebol…

04/03/2009

Há muito tempo eu não falo de futebol aqui. Acho que atualmente foge um pouco do tema, além de ultimamente não ter nada pra falar. Bom, não tinha….

Eu poucas vezes me irritei tanto com um treinador como com o senhor “Celso Juarez Roth”. Ano passado, no “auge”, eu dizia: “Só espero que não acordem o Roth…”

Acordaram… e deu no que deu. Se analisar por qualquer lado, o Grêmio tinha que se esforçar MUITO pra perder o título nacional, e ainda precisaria contar com a competência (ou sorte) absoluta do São Paulo. Bom.. (in)felizmente o “esforço” foi recompensado…

É claro que vão dizer que eu sou o profeta do acontecido já que o cidadão tá pra cair. Mas eu posso dizer que, nessa última passagem pelo tricolor, em nenhum momento apoiei ele. Nenhum.

Vamos lá! Fica o meu protesto através dos 50 “Celso Roth Facts”:

1. Celso Roth joga par ou ímpar com o espelho e perde. PEDINDO PAR!

2. O novo PES 2010 terá um novo modo: Very Hard, Hard, Medium, Easy, Very Easy, Amateur e Celso Roth Mode

3. Os criadores de PES e Winning Eleven não colocam técnicos nos jogos porque teriam que fazer Celso Roth, e o atributo “mentality” só vai até o 1

4. O maior feito na carreira de um jogador de futebol não é fazer 1000 gols. É ganhar um título com o Celso Roth no comando do time

5. Se Celso Roth ainda não fez merda, é porque ele ainda não definiu a escalação

6. Celso Roth não ganha a partida nem quando o outro time está com 6 jogadores em campo

7. Roth jogou roleta russa com um revólver completamente descarregado e perdeu

8. Se o Roth tem 1000 reais na carteira e você tem 5 reais, você tem mais dinheiro que o Roth

9. Roth perdeu o “Chuck Norris game”

10. Celso Roth perde mesmo quando faz Royal Flush

11. Roth jogou jogo da velha consigo mesmo e perdeu

12. Em Shrek, o papel do burro caberia inicialmente ao Celso Roth. Mas o IBAMA protestou, alegando que era uma ofensa aos burros.

13. Celso Roth tem QI negativo

14. Os jedis podem controlar a mente de Celso Roth

15. Se você acertar em algo um dia, fique tranqüilo, você obviamente não é Celso Roth

16. Celso Roth perdeu a virgindade depois do filho

17. Se você procurar no google por “Celso Roth ganha um título”, nenhum resultado será encontrado, por motivos óbvios.

18. Celso Roth leva 90 minutos pra passar uma hora

19. A famosa frase de Einstein “Apenas uma coisa eu tenho certeza que é ilimitada: a ignorância humana” foi dita depois que ele conheceu Celso Roth

20. Roth perdeu para ele próprio jogando Football Manager

21. Celso Roth faz uma cebola chorar

22. Deus ora para que Celso Roth fique inteligente.

23. Celso Roth foi reprovado num vestibular onde apenas ele participou.

24. Dizem que a ilha de “Lost” na verdade é o cérebro de Celso Roth

25. Quando Celso Roth nasceu, o doutor em vez de dar um tapa nele, deu no pai dele 

26. Quando Saddam Hussein estava para ser morto ele poderia escolher entre ser enforcado ou ver Celso Roth treinando seu time. Ele preferiu a primeira opção.

27. Roth não é politicamente correto. Ele nunca está correto. NUNCA

28. Nos tempos de ditadura no Brasil as pessoas escolhiam se preferiam ser afogadas e levar choque, ou ver Celso Roth treinando o seu time.

29. Celso Roth já teve outras carreiras além de treinador. Em 1929, ele trabalhava na Bolsa de Valores.

30. Quando Celso Roth lê um livro, o livro fica burro

31. Para cada burrice cometida no mundo, Celso Roth comete mais oito

32. O diabo criou o inferno porque não suportava mais o Celso Roth

33. Conte até dez… Esse é o tempo que Roth demora pra fazer merda. 42 vezes.

34. O tamagochi do Celso Roth já veio morto.

35. Quando pensou que estava errado, Celso Roth acertou pela primeira vez na vida.

36. Outras carreiras de Celso Roth? Ele já dirigiu um barco chamado Titanic, e recentemente pensou em mudar de profissão, ao tentar ser piloto de avião da TAM

37. Celso Roth inventou a palavra “burrice”

38. Mandar o Roth pro inferno não adianta nada, muito pelo contrário, pois você compra uma briga feia com o diabo.

39. Na bandeira do Brasil, as bolinhas vermelhas significam o número de vezes que Celso Roth ganhou um título

40. Celso Roth só possui membros inferiores, afinal, ele nunca é superior em nada

41. Sorte de hoje: Você não é Celso Roth

42. Se parece com galinha, cheira como galinha e tem gosto de galinha, Celso Roth diz que é um bife

43. Celso Roth não tem reflexo no espelho. O reflexo tem vergonha de aparecer

44. O cúmulo da burrice não é Celso Roth. E sim contratar ele para o seu time

45. O teclado de Celso Roth não tem a tecla “Ctrl”. Ele nunca está no controle!

46. Como disse o presidente americano Roosevelt: “Não temos nada a temer a não ser o próprio medo. E Celso Roth treinar o nosso time.” 

47. O estádio dos Aflitos tem esse nome desde que Celso Roth decidiu treinar o Náutico

48. Dunga decidiu ser treinador quando Celso Roth disse que ele tinha potencial

49. Quando Celso Roth fuma maconha, o baseado fica doidão

50. Jogando Counter Strike, Celso Roth morreu com um Flash Bang.

Photobucket

%d blogueiros gostam disto: